We've updated our Terms of Use. You can review the changes here.

M​á​tria Amada

by Orquidália

/
  • Streaming + Download

    Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.
    Purchasable with gift card

      $1 USD  or more

     

about

Essa obra relacionada à banda Orquidália é fruto de produções independentes que se concretizam graças ao apoio de muitas pessoas. Agradecemos imensamente a todes que nos ajudam da forma que podem para que continuemos espalhando a palavra da resistência, do amor, da união e da coletividade.

lyrics

Letra:
Ó mátria amada
Estão tentando suprimir nossos direitos
Estão tentando reprimir o nosso jeito
Querem servir o nosso sangue como vinho nos banquetes presidenciais
Ó mátria amada
Estão querendo apagar nossa memória
Querem contar do jeito deles nossa história
Mas nenhum playboy merdinha vai fazer a nossa voz parar de ecoar

Eu não sou fraquejada, eu não te devo nada
Ninguém me bota no bolso, minhas raízes são firmadas
No chão que me gerou, no mundo em que eu cresci
Respeito se conquista, fascista vai embora daqui
Eu não sou fraquejada, eu não te devo nada
Ninguém me bota no bolso, minhas raízes são firmadas
No chão que me gerou, no mundo em que eu cresci
Respeito se conquista, fascista vai embora daqui

Vai ter luta, vai ser forte
Verás que a minoria é maioria
E que está ao nosso lado toda a sorte
Vai ter luta, vai ser forte
Verás que a minoria é maioria
E que a nossa vida vencerá a morte

Ó mátria amada
Estão querendo assassinar as suas filhas
Querem nos separar, mas nós não somos ilhas
Somos a resistência armada de mil ideais
Ó mátria amada
Estão tentando destruir nossas vitórias
Querem nos iludir impondo suas glórias
Mas seu passado é sujo de sangue inocente derramado sem parar

Eu não sou fraquejada, eu não te devo nada
Ninguém me bota no bolso, minhas raízes são firmadas
No chão que me gerou, no mundo em que eu cresci
Respeito se conquista, fascista vai embora daqui
Eu não sou fraquejada, eu não te devo nada
Ninguém me bota no bolso, minhas raízes são firmadas
No chão que me gerou, no mundo em que eu cresci
Respeito se conquista, fascista vai embora daqui

Vai ter luta, vai ser forte
Verás que a minoria é maioria
E que está ao nosso lado toda a sorte
Vai ter luta, vai ser forte
Verás que a minoria é maioria
E que a nossa vida vencerá a morte
Vai ter luta, vai ser forte
Verás que a minoria é maioria
E que está ao nosso lado toda a sorte
Vai ter luta, vai ser forte
Verás que a minoria é maioria
E que a nossa vida vencerá a morte

credits

released July 11, 2020
Letra e música: Maitê Fontalva
Arranjos: Orquidália
Produzido por Orquidália e Guilherme Natel
Gravação: Guilherme Natel
Mixagem e Masterização: Flavius Raymundo

Maitê Fontalva - guitarra e voz
Lucas Fontalva - baixo e voz
Ana Medeiros - teclas, percussões e voz
Simón Aftalión - bateria e voz
Olga Laforet - guitarra e voz

license

all rights reserved

tags

about

Orquidália SC, Brazil

Ocupar a cidade e neotropicalizar as avenidas: com uma sonoridade que aposta no ecletismo de influências, o quarteto floripenho mistura ritmos da música brasileira e latina com o rock, pop e jazz, criando um caldeirão sonoro para falar do que incomoda mas também para cantar sobre o que faz bem. Orquidália é força para (r)existir e alegria para celebrar. ... more

contact / help

Contact Orquidália

Streaming and
Download help

Report this track or account

If you like Orquidália, you may also like: